Ataque a igrejas cristãs deixa 14 mortos no Paquistão
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Ataque a igrejas cristãs deixa 14 mortos no Paquistão

  • 01 de fevereiro de 2019
  • 0 Comentários

Em Lahore, o médico Mohammad Saeed Sohbin informou que 14 corpos e mais de 70 feridos chegaram ao Hospital Geral, situado nas proximidades do local dos atentados. Segundo ele, os números não incluem os militantes mortos pela população.

Zahid Pervez, principal autoridade da área de saúde em Lahore, confirmou o número de mortos e acrescentou que 78 pessoas ficaram feridas nos dois ataques. Vidros de janelas partidos, sangue e sapatos estavam espalhados por todos os lados nos locais onde ocorreram as explosões.

Em e-mail, um porta-voz do Movimento Talibã do Paquistão, Ehsanullah Ehsan, reivindicou os "atentados suicidas". Os talibãs paquistaneses multiplicaram-se desde 2007, quando atacaram as forças de segurança do país, que acusam de apoiar a guerra norte-americana contra o terror e as minorias religiosas do Paquistão.

Em setembro de 2013, uma fação talibã reivindicou um atentado similar à saída de uma igreja, depois de uma missa de domingo, em Peshawar, Nordeste do país. Com 82 mortos, aquele foi o maior ataque à minoria cristã já registrado na história do Paquistão. Os cristãos representam 2% da população paquistanesa.

Também neste domingo, duas pessoas morreram e 12 outras ficaram feridas na sequência da explosão de uma bomba em um mercado lotado em Carachi, na maior cidade do país, informou a polícia paquistanesa.

No Vaticano, durante a oração do Angelus, o papa Francisco lamentou a morte das pessoas que estavam nas igrejas na hora do atentado e afirmou que, em algumas partes do planeta, os cristãos são perseguidos pelo simples fato de professar sua fé.

– Que esta perseguição contra os cristãos, que o mundo tenta esconder acabe e que haja paz – pediu o pontífice.

Os atentados ocorreram durante as orações em duas igrejas localizadas a cerca de meio quilómetro de distância, em Youhanabad, na cidade de Lahore, um bairro onde vivem mais de cem mil cristãos, revelaram as autoridades.

O papa também manifestou solidariedade à população de Vanuatu, país devastado pelo ciclone Pam na última sexta-feira.

– Mantenho-me próximo ao povo de Vanuatu, no Oceano Pacífico, afetado por um ciclone severo. Rezo pelos mortos, feridos e deslocados. Agradeço a todos aqueles que se mobilizaram imediatamente para oferecer ajuda ao país.

 

IGospel

Olá, deixe seu comentário para Ataque a igrejas cristãs deixa 14 mortos no Paquistão

Enviando Comentário Fechar :/