Campeão de MMA compartilha sua fé: “Estou feliz de testemunhar sobre ser cristão”
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Campeão de MMA compartilha sua fé: “Estou feliz de testemunhar sobre ser cristão”

  • 09 de maio de 2019
  • 0 Comentários

As declarações foram dadas pelo atual campeão do peso meio-médio (77 kg) do Bellator depois do empate contra Jon Fitch pelas quartas de final do GP.

 
MacDonald reiterou que a luta contra Fitch não lhe trouxe nenhuma satisfação e comparou a sensação de estar no cage com a obrigação de comparecer ao emprego. Parte disso tem ligação com sua fé.

“Senti uma dificuldade interna durante a luta que eu nunca havia passado antes. Sempre aproveitei meu tempo no cage expressando ao máximo minhas técnicas contra outro lutador de alto nível, mas desta vez eu não estava aproveitando”, confessou em nota enviada à imprensa.

“Parecia mais um trabalho do que a satisfação que eu estava acostumado a sentir ao ser dominante e aplicar o que eu pratiquei para vencer alguém. Mesmo em meus momentos dominantes, eu me senti como se estivesse cumprindo uma tarefa. E este sentimento me deixou um pouco confuso, porque é novo”, acrescentou.

“Eu costumava lutar com a raiva que tinha dentro de mim, pela raiva que passei no passado. Para ser honesto, acho que isso vem da minha mudança de coração, uma vez que estou vivendo uma nova vida como cristão. O Senhor me deu paz e liberdade da dor que assombrou meu coração desde a minha infância”, revelou o lutador.

Na última terça-feira (30), porém, MacDonald confirmou presença na semifinal do mata-mata contra Neiman Gracie.

Ele afirmou ainda que pretende usar o espaço e a visibilidade dados pela carreira no MMA para compartilhar o Evangelho e mostrar que é possível praticar o cristianismo e ser lutador.

“Eu ainda tenho e sempre vou ter uma paixão pelas artes marciais e não acredito, como cristão, que é errado para mim competir em um esporte profissional que é violento. Na verdade, estou feliz de testemunhar sobre ser cristão nesta plataforma que me foi dada. Para ser claro, não estou me aposentando da carreira no MMA. Sempre fui verdadeiro e honesto no esporte e falo de coração”, esclareceu sobre a possível aposentadoria.

“Para a minha carreira neste momento, vou seguir no campeonato e competir ousadamente contra Neiman Gracie em Nova York, no Madison Square Garden, em 14 de junho. Obrigado pelo seu apoio e por todas as mensagens gentis que recebi depois desse momento sentimental que tive, em público, depois de 14 anos neste esporte”, encerrou o comunicado.

 

Gospel Prime 

Olá, deixe seu comentário para Campeão de MMA compartilha sua fé: “Estou feliz de testemunhar sobre ser cristão”

Enviando Comentário Fechar :/