“Estamos vivendo na Babilônia agora”, alerta pastor sobre a influência do mundo na Igreja
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

“Estamos vivendo na Babilônia agora”, alerta pastor sobre a influência do mundo na Igreja

  • 09 de abril de 2019
  • 0 Comentários

Com essa declaração, Evans quis dizer que a mudança social que muitos cristãos desejam na cultura, educação e todas às áreas da vida, não começa no Congresso Nacional, mas dentro da igreja.

Na prática, o pastor faz uma crítica ao cristão que deposita suas expectativas na política e não em Deus, para mudar o mudo, alertando que se a Igreja de Cristo não estiver fundamentada em seus princípios e valores, isto é, na Bíblia Sagrada, nada adiantará.

“Se Jesus vier amanhã, não precisamos nos preocupar com isso, mas se Jesus não voltar por mais de 200 anos, é melhor se preocupar, porque são seus filhos, seus netos e seus bisnetos que irão crescer num mundo trágico porque nossa influência foi entorpecida”, disse ele.

“Estamos vivendo na Babilônia agora, numa era pós-moderna”, disse Evans, segundo o portal The Gospel Herald, explicando como este cenário só pode ser combatido a partir da Igreja, de dentro para fora e não o contrário.


“Até que o povo de Deus comece a entender, implementar e aplicar os princípios de Deus, seja de finanças, seja de família, raça, cultura, até que o povo de Deus seja consistente na aplicação dos princípios de Deus diante do mundo observador, não veremos a transformação que precisamos ver nas áreas sobre as quais oramos”, destaca.

Pregar a verdade sobre tudo, ensinar o que a Bíblia realmente orienta, é uma necessidade vital para lidar com essa Babilônia pós-moderna, algo que exige homens e mulheres comprometidos com Jesus Cristo, dispostos a doar suas vidas pelo Evangelho.

Assim, a responsabilidade futura da Igreja neste mundo recai sobre os cristãos em geral, especialmente seus líderes.

“Teremos muito a dizer sobre o sucesso de nossa sociedade ou seu fracasso enquanto discípulos do Reino, cidadãos do Reino o qual desenvolvemos”, diz Evans, enfatizando que é preciso haver uma mudança dentro da igreja para lidar com a influência do mundo.

“Até que isso comece a acontecer dento da concepção de sermos conselheiros do Reino em todas as áreas da vida, não veremos o poder de Deus como Ele quer. Nós temos um grande problema em nossa cultura… mas se estamos sendo Davis e estamos cobertos, podemos lidar com os Golias porque eles não têm a cobertura de Deus”, conclui.

 

Gospel+

Olá, deixe seu comentário para “Estamos vivendo na Babilônia agora”, alerta pastor sobre a influência do mundo na Igreja

Enviando Comentário Fechar :/