Ex-jogador, pastor que morreu em desabamento usava futebol para evangelizar
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Ex-jogador, pastor que morreu em desabamento usava futebol para evangelizar

  • 15 de abril de 2019
  • 0 Comentários

O desabamento ocorrido na última sexta-feira, 12 de abril, interrompeu o ministério do pastor, que se dedicava à atuação social na comunidade. No dia do incidente, ele havia chegado em casa às 03h30 da madrugada, após ter passado os últimos dias se dedicando a arrumar a igreja e limpar as ruas da região, muito castigada com as chuvas intensas que atingiram o Rio de Janeiro.

Rodrigues tinha a intenção de retornar para o templo na manhã seguinte, mas terminou morrendo soterrado no desabamento, de acordo com informações do jornal Folha de S. Paulo. A esposa do pastor, Adilma, foi resgatada com vida e submetida a duas cirurgias. A filha do casal, Clara, de 10 anos, sobreviveu apenas com arranhões.

No sepultamento do pai, na tarde de ontem, 14 de abril, Clara esteve presente, consolando amigos e familiares, segundo o jornal Extra. O sobrinho do pastor, Bruno Rodrigues, explicou que a família estava morando no prédio há poucos dias.

“Ele morava no apartamento há uma semana. Deu o carro de entrada e pagaria o resto parcelado. Não sei quanto ficou no total”, afirmou, acrescentando que o tio era ex-jogador profissional, com atuação por clubes menores da Europa. Ele tinha abandonado a profissão quando soube que a esposa estava grávida, pouco mais de dez anos atrás.


“Ele era pastor há 15 anos. Fazia parte dos ‘Atletas de Cristo’. Ele voltou para o Brasil quando a esposa ficou grávida”, relembrou Bruno, contando que o tio também jogava no time de várzea da comunidade, aproveitando a oportunidade para evangelizar os companheiros de pelada.

O irmão do pastor, o comerciante José Carlos Rodrigues, de 49 anos, mora em São Paulo e foi ao Rio para o sepultamento. “A última vez que falei com ele foi na quinta-feira às noite, ele estava organizando a limpeza da região onde morava, que ficou muito destruída após a chuva. Ele foi dormir às 4h da manhã”, contou.

Segundo José Carlos, ele e o pastor haviam feito para o futuro: “Disse para ele que tinha vontade de abrir um restaurante no Nordeste. O Cláudio queria que fosse aqui no Rio, falou que os amigos jogadores de futebol poderiam ajudar na divulgação. Mas ele disse que se eu fosse abrir no Nordeste, ele iria comigo. Só que aconteceu essa tragédia”, lamentou.

 

Gospel+

Olá, deixe seu comentário para Ex-jogador, pastor que morreu em desabamento usava futebol para evangelizar

Enviando Comentário Fechar :/