Ex-tesoureira é condenada por desviar mais de R$ 1,6 milhão da Assembleia de Deus
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Ex-tesoureira é condenada por desviar mais de R$ 1,6 milhão da Assembleia de Deus

  • 18 de setembro de 2019
  • 0 Comentários

Andra Smith, 41 anos, se declarou culpada no Tribunal do Condado de Washington por roubo de propriedade após chegar a um acordo judicial com os promotores. Com o acordo, ela pagará US$ 50 mil adiantados, enquanto os US$ 363 mil restantes serão pagos em prestações mensais. Na cotação atual do dólar, a R$ 4,08, a soma chega a R$ 1,685 milhão.

Além disso, segundo informações do canal CBS 5 News, a ex-tesoureira também deve permanecer em bom comportamento ao longo de toda sua condicional, caso contrário, pode pegar até 20 anos de prisão.

A acusação de culpa de Andra Smith também foi incluída sob a Lei 346, que permite que réus primários não violentos tenham seus registros eliminados se completarem sua liberdade condicional. Dessa forma, em 2039, ela terá sua ficha limpa.

A ex-tesoureira foi presa em dezembro, depois que um auditor de fraudes certificado descobriu que US$ 413.701,78 estavam faltando no caixa da Primeira Assembleia de Deus de Springdale. O pastor Keith Underhill ficou preocupado com a contabilidade da igreja em setembro de 2017, quando encontrou várias discrepâncias nas demonstrações financeiras mensais.

As discrepâncias datam de 2012, incluindo US$ 30 mil que foram cobrados no cartão de crédito da igreja, de acordo com o inquérito que resultou na prisão da ex-tesoureira. Em junho de 2018, Underhill e o conselho confrontaram Andra, que disse em uma carta que roubou cerca de US$ 10 mil a partir de 2016.

A liderança da igreja continuou revisando os documentos contábeis e descobriu que mais de US$ 175 mil haviam sido roubados. Um mês depois, Andra escreveu em outra carta que seu roubo começou em 2012 e chegou a mais do que o que ela havia admitido anteriormente, segundo o inquérito.

O auditor de fraudes revisou as demonstrações financeiras da igreja durante o verão, incluindo contas bancárias e cartões de crédito, para chegar ao número final do desvio das arrecadações.

 

Gospel+

Olá, deixe seu comentário para Ex-tesoureira é condenada por desviar mais de R$ 1,6 milhão da Assembleia de Deus

Enviando Comentário Fechar :/