Pastor convida infectados com o Covid-19 para tratamento de “cura pela fé”
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Pastor convida infectados com o Covid-19 para tratamento de “cura pela fé”

  • 23 de maro de 2020
  • 0 Comentários

Este é o caso do pastor Chris Bartlett, líder da Igreja de Deus Boaz em Boaz, no Alabama, Estados Unidos. Ele utilizou a sua rede social para criticar os pastores que decidiram fechar os templos das suas igrejas por recomendação contra o coronavírus, insinuando que tal decisão seria uma fraqueza de fé.

“Estou um pouco emocionado com o fato de que tudo o que é necessário para desmontar a igreja de Deus é a ameaça de doença por propagação de germes”, escreveu ele, segundo informações do Raw Story. “Parece que a igreja primitiva não teria ido muito longe com esse tipo de timidez.”

O raciocínio do pastor é semelhante ao de outros líderes, os quais associam o fechamento temporário dos templos ao encerramento das atividades da igreja enquanto corpo invisível de Cristo, contrariando, assim, o próprio ensinamento neotestamentário de que o local de culto a Deus não se restringe mais aos edifícios.

Chris então afirma que pessoas possivelmente infectadas com o coronavírus, se quiserem, podem lhe procurar em um dos cultos da denominação, ou seja, supostamente na presença de toda a congregação.

“Portanto, com ousadia de fé, se você tiver o coronavírus ou se sentir ameaçado por tais doenças, seja bem-vindo à Igreja de Deus de Boaz, na manhã de domingo, às 10 horas, onde ungiremos os enfermos com óleo e faremos a oração da fé por você!”, afirmou.

“A fé não imuniza”
Não há dúvida para o cristão que a fé é fundamental diante das adversidades e pode, sim, resultar em milagres operados divinamente. Mas também é certo que ela não pode ser utilizada como forma de tentar a Deus, conforme ensina Mateus 4: 5-7, tendo em vista que a prudencia também é uma recomendação bíblica.

Foi o que explicou o pastor Ed René Kivitz em um artigo para o coletivo Bereia:

“A fé não imuniza. Jesus ensinou que as chuvas e tempestades e ventos furiosos assolam as casas de todos, bons e maus, tanto dos que têm a casa edificada sobre a rocha quanto dos que a edificaram sobre a areia (Mateus 7.24-27)”, escreveu.

“A fé é o recurso para enfrentar a fatalidade, não licença para agir com desinteligência, imprudência, ingenuidade ignorante, ou teimosia”, acrescenta.

Neste sentido, muitos pastores diferenciam o “estar disponível” para oração e acolhimento dos necessitados, das reuniões em grupo onde muitos se aglomeram para cultuar. Ou seja, é dever do pastor manter a disponibilidade em casos de necessidade, mas seria imprudência fazer isso expondo toda a congregação.

 

Gospel+

Olá, deixe seu comentário para Pastor convida infectados com o Covid-19 para tratamento de “cura pela fé”

Enviando Comentário Fechar :/