Pastor faz cultos em frente a clínica de aborto contra o “holocausto” de bebês
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Pastor faz cultos em frente a clínica de aborto contra o “holocausto” de bebês

  • 14 de fevereiro de 2019
  • 0 Comentários

Ken Peters é pastor da Igreja da Aliança e disse que a iniciativa partiu de um propósito feito com Deus, voltado para esse tipo de ministério. “Estamos lá para adorar a Deus. Estamos lá para orar. Estamos lá para pregar o Evangelho”, disse ele.

Sem cartazes, sem protestos. O único objetivo é cultuar a Deus, respeitando às leis que determinam os limites legais da ação, como distância apropriada, respeito à liberdade individual e religiosa.

A ideia, todavia, é fazer com que a simples presença de um povo reunido cultuando a Deus do outro lado da calçada impacte a vida das mulheres que entram na clínica, fazendo-as pensar na vida humana dentro de seus ventres.

“A Igreja na Planned Parenthood é uma reunião de cristãos para a adoração a Deus e oração por arrependimento por esta nação, arrependimento pela igreja apática e arrependimento de nossa culpa pelo sangue neste holocausto, que é o aborto”, explica o pastor.

Peters ressalta que estar lá é como fazer “um culto de adoração nos portões do Inferno”, segundo informações da CBN News. “Eu senti o Senhor dizendo para mim, bem no meio de um culto na igreja: ‘Eu quero que o seu próximo campus da igreja seja o Campus da Planned Parenthood’”.

De fato, só em um dos cultos, ao ar livre, a igreja conseguiu reunir cerca de 300 pessoas sob o frio intenso da capital americana, fora os que acompanharam a cerimônia pela internet, com a transmissão online, dessa forma expandindo o impacto evangelístico para outras regiões do país.

“Os números de participação da primeira semana da igreja foram incríveis, havia cerca de 65.000 pessoas sintonizadas no Facebook ao vivo”, conclui o pastor.

 

Gospel+

Olá, deixe seu comentário para Pastor faz cultos em frente a clínica de aborto contra o “holocausto” de bebês

Enviando Comentário Fechar :/