Procon Goiás dá dicas de economia para o período de férias
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Procon Goiás dá dicas de economia para o período de férias

  • 03 de julho de 2018
  • 0 Comentários

Para facilitar o planejamento e ajudar o consumidor goiano a aproveitar ao máximo as férias de meio de ano, o Procon Goiás listou uma série de dicas para evitar problemas inesperados e gastos acima da média durante esse período. O Procon Goiás lembra aos consumidores que, mesmo no período de férias, a regra básica de gastar dentro da capacidade do orçamento continua valendo, sempre, e que todo gasto deve ser rigorosamente anotado. Viajando ou não, os custos nesse período costumam ser mais altos. Por isso, é importante que o consumidor jamais se esqueça das despesas fixas mensais como: água, luz, telefone, alimentação, transporte, etc.

Abaixo seguem algumas dicas de como aproveitar as férias com segurança e sem estourar o orçamento:

Após avaliar a situação real das finanças, o consumidor deverá incluir em seu orçamento o quanto pretende e o quanto pode gastar no período de férias, fracionando um valor aproximado a ser gasto, entre os dias previstos para este período.

É preciso levar em conta possíveis viagens, ingressos de cinema, lanches, idas ao parque e até mesmo imprevistos durante a viagem (como paradas para refeições e problemas no veículo, entre outros).

Também é importante levar em consideração que, durante esses passeios, a própria pessoa ou seus filhos podem ter gastos supérfluos, por isso é  mais prudente incluí-los, antecipadamente,  no orçamento.

Esse momento é uma oportunidade para colocar em prática a educação financeira.É aconselhável conversar e negociar com as crianças o valor disponível para ser gasto durante o mês e, junto com elas, organizar os passeios, definindo prioridades para que nenhuma diversão fique de fora.

Naturalmente, a alta temporada é o período em que o comércio mais consegue faturar com o turismo. E, como em julho todo mundo quer passear, consequentemente, os preços de tudo o que é relacionado às áreas de lazer e turismo tendem a subir. E isso vale para passagens aéreas, diárias em hotéis, alimentação, entre outros. Escolher destinos menos disputados também pode ser uma alternativa de economia.

Mudanças nas regras de passagens aéreas
Os passageiros devem ficar atentos às regras de cada companhia aérea em relação à cobrança de bagagens. Além da pesquisa de preço que o consumidor já fazia, ele vai ter que verificar como é o procedimento para despachar as bagagens. É preciso programar o quanto vai levar de bagagem na ida e na volta, para pesquisar se determinada companhia aérea está ofertando uma franquia vantajosa ou não para ele.

O Procon lembra que a lgumas empresas aéreas têm preços diferenciados para compras realizadas pelos sites, o que se mostra bastante vantajoso, caso o consumidor tenha certeza das dimensões e peso de sua bagagem. Se, na hora do check-in, o peso ou medidas das bagagens forem divergentes aos informados na compra da passagem, a empresa poderá cobrar a diferença. É preciso ficar atento a esse detalhe.

Atividades culturais
É muito importante aproveitar o período de férias para participar de eventos culturais. A boa notícia é que muitos dos eventos que acontecem nas cidades, nesse período, são gratuitos. É interessante verifcar a programação de eventos oferecidos gratuitamente  na cidade. Durante as férias acontecem muitas atividades educativas para crianças em shoppings, parques e museus.

Acampamentos e colônias de férias
As colônias de férias são sempre boas opções para filhos que estão em férias e pais que não conseguiram liberação do trabalho nesse mesmo período, dependendo da idade da criança, existem boas alternativas: acampamentos e colônias de férias. É uma forma de garantir a diversão das crianças, já que nesses lugares estão programadas atividades para tempo integral. Os preços podem variar muito de acordo com cada programação e pacote. Neste caso, é importante pesquisar bem os preços das diárias e pacotes e verificar qual deles é o mais adequado ao orçaemnto.

Caso se interesse em contratar uma empresa, ou um clube, que esteja oferecendo colônia de férias é muito importante pesquisar sobre a empresa e os detalhes da oferta. O consumidor deve procurar  saber se o local tem infraestrutura necessária para possibilitar  segurança à(s) criança(s). Se for possível, é importante visitar o lugar para conhecer as instalações e verificar junto a pessoas próximas, ou na internet, a reputação da empresa, ou do clube, antes da contratação.

É muito importante que os responsáveis busquem referências sobre os profissionais que atuarão na colônia de férias, obtendo informação sobre a quantidade de funcionários disponíveis e a qualificação dos mesmos. Além disso, é fundamental verificar se a colônia possui uma equipe para dar os primeiros socorros às crianças em casos de acidentes.

É importante buscar informações com antecedência sobre quantidade de crianças inscritas e a faixa etária mínima e máxima permitida para a inscrição. Também é importante verificar se o cardápio oferrecido é adequado e se o local oferece opções de comidas e bebidas saudáveis.

Contrato da colônia de férias
É fundamental verificar se todos os itens informados em materiais publicitários ou mencionados verbalmente como formas de pagamento, atividades, acomodações, equipe, atendimento médico e condições para desistência constam no contrato.

É imprescindível que o consumidor saiba todos os detalhes para evitar futuros problemas, inclusive observando se há no documento um período pré-estabelecido para a desistência, caso a criança não se adapte à colônia, bem comp a possibilidade da devolução do dinheiro pago, integral ou parcialmente.

Caso o consumidor suspeite de alguma irregularidade, ou tenha dúvidas, deverá procurar o Procon Goiás pelo disque denúncia, pelo telefone 151, ou através do canal de atendimento virtual: https://proconweb.ssp.go.gov.br , na sede própria da Superitendência, na Rua 8, número 242, no Centro de Goiânia, ou nas unidades do Vapt-Vupt.

(GO)

Olá, deixe seu comentário para Procon Goiás dá dicas de economia para o período de férias

Enviando Comentário Fechar :/