Psicóloga recomenda a “meditação cristã” como prevenção da ansiedade e depressão
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Psicóloga recomenda a “meditação cristã” como prevenção da ansiedade e depressão

  • 21 de maio de 2019
  • 0 Comentários

“Meditar é muito bom. São comprovados, cientificamente, também seus benefícios, principalmente, no alívio da ansiedade”, diz a psicóloga, explicando o que a ciência já reconhece há muitos anos, isto é, a eficácia da meditação no controle das emoções, especialmente quando vinculada ao sentimento religioso, a fé.

Com base nisso, Marisa Lobo recomenda a medicação cristã: “Reservar um tempo para silêncio e meditação da palavra de Deus, perceber o que ele quer de nós, mergulhar na sua história, nos seus feitos, nas suas promessas é um ‘desestressador’, pois alivia as angústias na mente e no corpo”, diz ela.

“Há várias maneiras de meditar, mas a meditação a partir da palavra de Deus produz muitos significados positivos que nos ajudam a fortalecer a mente e os sentimentos para caminhar”, acrescenta.

Marisa Lobo citou o Dr. Jon Kabat-Zinn, diretor da Clínica de Redução de Estresse no Centro Médico da Universidade de Massachusetts, para fundamentar o conceito de medicação cristã como uma ferramenta não religiosa, apenas, mas também cientificamente reconhecida.


A psicóloga cristã explica que essa modalidade de medicação consiste em ter um gesto de disciplina pessoal na leitura da Bíblia Sagrada, como ensina o livro de Josué 1:8, e por último o Salmo 1:2, como está escrito: “Antes tem seu prazer na lei do Senhor, e na sua lei medita de dia e noite.”.

“Jesus deu-nos um exemplo de como meditar e orar. Ele fazia muito isso, se afastava, ia para o deserto, para as florestas, ficava sozinho, o que nos leva a crer, dentro do nosso contexto que esse ato o fortalecia”, destaca Marisa, segundo o Pleno News.

Por fim, Marisa Lobo enfatiza o poder curativo da medicação cristã no aspecto emocional. Ela explica que isso é uma consequência do autoconhecimento alcançado quando a Bíblia Sagrada revela no ser humano que a lê, suas maiores necessidades de mudança.

“A meditação em Cristo tem poder de curar doenças, conflitos mentais, quando nos alerta, nos instrui, nos capacita, nos fortalece, como pessoas, em nosso corpo e alma. Entender o que acontece, entender o como, os porquês, alivia o stress da alma, e isso nos dá paz e entendimento”, conclui a psicóloga.

 

Gospel+

Olá, deixe seu comentário para Psicóloga recomenda a “meditação cristã” como prevenção da ansiedade e depressão

Enviando Comentário Fechar :/