Suposto pastor acusado de decepar a mão da mulher por ciúme se entrega à polícia
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Suposto pastor acusado de decepar a mão da mulher por ciúme se entrega à polícia

  • 12 de maro de 2019
  • 0 Comentários

Segundo informações das mídias locais, o crime ocorreu na residência do casal, localizada na Estrada da Areia Branca, área sul da capital, durante a noite do último sábado (9).

O homem identificado como Josemar A. A., de 49 anos, que supostamente seria pastor evangélico, mas trabalhava atualmente como vendedor de verduras na região, confessou que decepou a mão de Juliete Coutinho da Costa, de 28 anos.

O agressor disse que pegou a mulher em conversas no celular com outro homem. Segundo o repórter William Ferreira, “Homem do Tempo”, que fez uma entrevista com a irmã e a filha do acusado, a relação do casal estava em crise há sete meses

Segundo os parentes de Josemar, ele sabia da existência de um amante e que por isso não teria “suportado” a traição. Ainda assim, tanto a filha como a irmã do acusado reconhecem que nada justifica o crime e que Josemar deve pagar por ele na justiça.

Após a agressão, vizinhos socorreram Juliete, pegaram a mão decepada e encaminharam rapidamente ela para o Hospital e Pronto Socorro João Paulo II. Os médicos do hospital tentaram fazer o reimplante da mão, mas não tiveram sucesso.

Devido à agressão ter sido motivada por ciúme, ela é tratada como crime de “feminicídio” e o acusado foi encaminhado para a Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (Deam).

Entretanto, por não ter antecedentes criminais e ter se apresentado espontaneamente, a princípio Josemar vai responder o crime em liberdade. A vítima continua internada no Pronto Socorro João Paulo II.

 

Gospel+

Olá, deixe seu comentário para Suposto pastor acusado de decepar a mão da mulher por ciúme se entrega à polícia

Enviando Comentário Fechar :/